Inflação começou a cair. O que podemos esperar?

O Brasil registrou em julho a menor taxa de inflação desde 1980. O IPCA caiu 0,68%, puxado pela queda de combustíveis e energia, influenciado pelo corte de impostos.

O pico da inflação ocorreu em abril, quando o IPCA registrou 12% na comparação aos 12 meses anteriores. Com a queda dos últimos meses e a deflação de julho, o índice anual está em 10,07%. Em 2022, a alta é de 4,77% entre janeiro e julho.

Apesar das estimativas ainda estarem acima da meta do Banco Central, a inflação brasileira está abaixo dos países da Zona do Euro, que registram 7,5%, dos EUA, que estão em 8% e do Reino Unido, em 13%.

O Boletim Focus, que reúne semanalmente a média de projeções das principais instituições financeiras do país, espera que o IPCA em 2022 seja de 6,82% e de 5,33% em 2023.

O Linha de Fogo desta semana recebe Renato Breia, economista e cofundador da Nord, casa de análises de investimentos voltada para o pequeno investidor. Confira minha entrevista e o comentário de Helio Beltrão.

Luan Sperandio

Luan Sperandio

Luan Sperandio é analista político, cofundador do Instituto Livre Mercado e associado do Instituto Líderes do Amanhã.