Inflação global descontrolada e alta de juros nos EUA. O Brasil está preparado?

A euforia deu lugar ao pessimismo no mundo dos negócios desde que o FED, o Banco Central Americano, iniciou o aumento de sua taxa de juros.
A alta deste mês de 0,75 ponto percentual foi a maior desde 1994. E não foi à toa: registrando 8,6% nos últimos 12 meses, os Estados Unidos estão com a maior inflação das últimas 4 décadas.

Esse movimento do banco central contraria a última década estímulos monetários, o que facilitou empresas a financiarem seus investimentos e projetos com crédito barato e estimulou o crescimento da economia dos Estados Unidos. Agora teremos o movimento oposto.

Em uma economia globalizada como é a dos Estados Unidos, essa mudança de cenário traz impactos em todo o planeta, em especial países emergentes. O Brasil está preparado?

O Linha de Fogo desta semana conta com a participação de Nilson Teixeira, PHD em Economia, sócio fundador da Macro Capital e ex-economista-chefe Credit Suisse. Confira minha entrevista e o comentário de Hélio Beltrão.

Luan Sperandio

Luan Sperandio

Luan Sperandio é editor-chefe da casa de investimentos Apex Partners, além de colunista de A Gazeta. Integra diversas organizações ligadas a desenvolvimento de instituições com melhor ambiente de negócios, como o Ideias Radicais, o Instituto Mercado Popular e o Instituto Liberal. É conselheiro-executivo do Grupo Domingos Martins e do Índex Político.